GuidePedia

0


Um laudo da Polícia Federal com informações da Receita aponta incompatibilidade de variação patrimonial de Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os dados se referem aos anos entre 2011 e 2013 e no acumulado 2011 e 2014.

"Frente às informações prestadas ao fisco federal, bem como movimentação bancária do investigado, foi constatado que variação patrimonial do sr. Luis Claudio Lula da Silva formalmente incompatível com as sobras financeiras correspondentes nos anos de 2011 e 2013, no acumulado do período (2011-2014), apresentando-se compatível no ano de 2014", diz o laudo, de acordo com o Uol. 

O documento foi anexado aos autos do inquérito que investiga a propriedade do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), atribuída ao ex-presidente. O relatório destacou que em 2013 a evolução patrimonial descoberto (falta de recursos) atinge valores superiores a R$ 200 mil, quantia considerada significativa diante da posição patrimonial de Luís Cláudio. 

O documento também faz menção à LILS, empresa de palestras de Lula, de onde seriam originados R$ 246 mil dos R$ 1,43 milhão de rendimentos brutos do filho de Lula. Outros R$ 780 mil têm origem na LFT Marketing, R$ 100 mil de pessoas físicas e R$ 200 mil de Marisa Letícia. A defesa de Luís Cláudio não se pronunciou sobre o caso. 

Bahia Notícias.

Postar um comentário

 
Top