GuidePedia

0


O relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça, ministro Felix Fischer, rejeitou o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça-feira (6). O pedido é da defesa e busca evitar a prisão do petista para cumprimento de pena de 12 anos e um mês no caso tríplex após o final do julgamento dos recursos no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. No entendimento de Fisher, não há ilegalidade na determinação de que o réu possa cumprir provisoriamente a pena após esgotamento de recursos de segundo grau. “A jurisprudência atual entende que o princípio da presunção da inocência não é suficiente para impedir execução da pena, assim como não há arbitrariedade em determinação do cumprimento imediato”, disse.(Forte na Notícia)

Postar um comentário

 
Top