CulturaGeral

Convênio entre prefeitura e Iphan viabiliza restauro dos azulejos da Igreja do Bonfim

Convênio entre prefeitura e Iphan viabiliza restauro dos azulejos da Igreja do Bonfim

Foto: Fábio Marconi

Após uma extensa obra de requalificação na Colina Sagrada, a Igreja Nosso Senhor do Bonfim, na Cidade Baixa, vai passar por novas intervenções. Um convênio entre a prefeitura de Salvador e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) vai viabilizar o restauro dos azulejos do templo religioso.

De acordo com a Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) de Salvador, o termo entre o órgão de patrimônio e o Executivo municipal beneficia a restauração de elementos artísiticos da basílica, alguns deles já entregues – como é o caso da Capela Mor.

“Se prevê agora a recuperação do Arco Cruzeiro e do cancelo, bem como dos painéis existentes no corredor de acesso à sala dos ex-votos, que estão apresentando sinais de desgaste físico e perda pictórica”, explicou a pasta.

O resultado da habilitação da tomada de preços para selecionar a empresa que vai executar os serviços foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira (28). Três empresas foram habilitadas no certame, a RC Restauração e Construção, a Construtora Pentágono e a MB Engenharia.

Inaugurada em 1772, a Igreja Nosso Senhor do Bonfim teve a obra iniciada em 1740, pelo capitão da Marinha Portuguesa Teodório Rodrigues de Faria. Já os azulejos que revestem paticamente toda a fachada são de 1873.

(Bahia Notícias)

Mostre mais

Natan Mobuto

Radialista/Locutor na empresa TVNBN

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo